Publicidade

Arquitetura de dentro para fora: Avaliação Física

Colunista: Patrícia Totaro

Coloque-se no lugar de seu cliente: poucos gostam de ser avaliados! Entendo perfeitamente a necessidade desse procedimento, então vamos trabalhar a arquitetura do espaço de avaliação física com muito cuidado para ser um ambiente acolhedor e não ser intimidante!

A Nova Arquitetura para a Avaliação Física remete a uma sala de estar e não a um consultório. Isso é especialmente importante para os alunos novos, que devem sentir que a academia se preocupa com a prevenção à saúde e está disposta a ouvir suas experiências e ansiedades.

A Avaliação pode ser feita na própria sala de musculação ou em uma sala fechada. Se for no espaço aberto, é bom reservar um canto com uma separação com plantas ou com biombos charmosos para deixar o cliente mais confortável. O ponto positivo de se fazer dentro da musculação é que o momento fica mais leve, o cliente sente que será uma conversa e não uma prova ou teste.

Por outro lado, reservar uma sala para a Avaliação proporciona mais chance de o cliente conseguir se comunicar melhor e também não se sentir tão exposto, quando a avaliação tem a tomada de medidas manual e não com um aparelho de bioimpedância.

Dicas de Arquitetura para a sala de Avaliação Física

Seja qual for a escolha do gestor, o espaço deve ter duas poltronas muito confortáveis, uma para o avaliador e outra para o cliente e colocadas lado a lado. A colocação ao lado causa uma maior intimidade e deixa o cliente mais confortável do que a posição um de frente para o outro. Coloque uma mesa lateral ou um apoio de notebook na lateral do avaliador para ele fazer suas anotações.  A típica mesa de consultório deve ser evitada para ajudar a criar um ambiente acolhedor para o cliente.

No caso de medições manuais, sugiro que todos os acessórios como adipômetro e fita métrica sejam guardados em um armário fechado e somente sejam retirados no momento do uso.  A balança, o quadro postural – e eventualmente a maca – não devem ser os protagonistas da decoração. Para disfarçá-los, coloque um quadro ou uma escultura de parede com iluminação por cima para chamar a atenção.

Muito cuidado com fotos de pessoas treinando ou pessoas malhadas que transmitem uma imagem que a academia só se preocupa com o corpo de seus clientes e não com a saúde física e mental. Aliás, essa dica vale para a academia inteira, incluindo a fachada. Só abrimos uma exceção se o perfil da academia for para fisiculturistas.

Agora, se você investiu em um sistema de ponta com bioimpedância e transmissão em tela que mostra ao cliente os dados físicos, monte a sala ou o espaço para valorizar esses equipamentos, inclusive aproveite para mostrá-los na hora do tour de vendas, se a sala não estiver sendo usada, claro!

Use cores suaves nas paredes e na decoração e uma iluminação forte o suficiente para o avaliador conseguir seguir os seus protocolos, cerca de 500 lux. A cor das lâmpadas ideal é amarelada, com 3.000K para causar a sensação desejada de acolhimento.

E aproveite que você vai mexer na sala de avaliação e mude esse nome!!!! Lembre-se do que eu falei lá no começo: pouca gente gosta de ser avaliado!!!!!

 

Mês que vem vou continuar a série Arquitetura de Dentro para Fora, falando de todos os detalhes da área de vendas!

Até lá, use a Arquitetura a favor da sua academia!!!

Conte comigo!!!

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar