Gostaria de compartilhar com você logo no começo do ano o que que vai acontecer no mercado de academias, quais são as tendências de arquitetura para academias em 2020. Sou uma pesquisadora nata e pelo menos uma vez por semana eu passo o dia inteiro só estudando, além de fazer muitas viagens dentro e fora do Brasil, para entender não somente o mercado de academias, mas também o padrão do consumidor brasileiro, não somente nos grandes centros, mas também em cidades pequenas e analisando diversos tipos de negócios para entender qual é a motivação do consumidor de academia.

Isso tudo porque queremos como resultado, em nossos projetos arquitetônicos, as academias lotadas, que também é o objetivo de todos os gestores! Esse início de ano, onde minha equipe entra de férias, eu passo um período planejando em cima do que eu e meus sócios conversamos nos últimos meses e todas essas informações viram um manifesto para o ano que se inicia e que será utilizado em nossos projetos.

No ano de 2020, você vai ouvir falar muito em customer success, que em português poderia ser traduzido como “sucesso do consumidor”; isso não é um termo novo, é um movimento que já tem uns cinco anos!

O que é customer success

Seu cliente – que é o seu consumidor – só vai permanecer na sua academia se ele atingir seus objetivos. Isso é o customer success! Todas as empresas grandes já têm um departamento de customer success! Nós, do mercado de academias, não precisamos ter um departamento, mas precisamos ter isso muito focado: qual é o sucesso do seu cliente? A hora que você entender isso, você tem um cliente fidelizado!

Nos nossos projetos de 2020, nossa meta é implementar sempre alguma coisa que garanta o sucesso do seu aluno dentro da academia. Nesse sentido, a arquitetura pode ajudar, seguindo três dicas básicas:

  • A nova musculação: se você ainda pensa somente naquele monte de máquinas enfileiradas, você está muito atrasado! A musculação de hoje em dia vai continuar tendo muita máquina, mas ela precisa de uma nova conformação: precisa de muito espaço livre, precisa de espaço treinamento funcional, precisa de espaço para aulas em grupo também dentro da musculação! Você precisa trazer muita vida, muito movimento para essa musculação!
  • Gameficação: essa nova geração não aceita mais momentos que não sejam de grande desafio, ela quer diversão, desafios dentro da academia, dos estúdios, dos boxes. Basta ver o sucesso do CrossFit; essa modalidade tem essa questão de gameficação, de criação de grupos.
  • Arquitetura impactante: as grandes redes já entenderam os benefícios de uma arquitetura altamente impactante. E ela tem que ser impactante para cada estilo de pessoa. Ultimamente tenho preferido utilizar “estilo de pessoa” em vez de “público alvo”. Você precisa escolher o estilo de pessoas que você quer ter na sua academia e impactá-las através da arquitetura. Basta observar as grandes redes no Brasil e no mundo que seguem esse caminho.

Como implementar mudanças para 2020

Não é muito difícil começar a implementar algumas mudanças nesse sentido para 2020! Comece olhando para a sua musculação: onde você pode encontrar e abrir espaço livre? Encontrou? Crie programas junto com a sua equipe técnica e insere na musculação: uma turma de meia hora para o exercício de alto impacto, outra turma de meia hora até para exercícios de alongamento, mas coloca “vida” acontecendo dentro da musculação!

Na questão da gameficação, não tem como não falar de tecnologia! Ela é super importante, mas muitas vezes é cara e se não é o seu momento de investir em tecnologia, converse com seus professores de aulas coletivas para ver como eles podem gameficar suas aulas, o que podem colocar de desafio para os alunos, brincadeiras para fazer com que as aulas fiquem mais divertidas; isso também vai ajudar muito na fidelização de alunos.

Por fim, defina a pessoa que você quer como seu cliente! Pense em alguns detalhes de arquitetura, principalmente na ambientação da academia. Ambientação e iluminação não são itens caros e podem impactar positivamente as pessoas que chegarem à sua academia.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

REF&H
Enviar