Publicidade

Nada no(a) final

Colunista: Marcelo Barros de Vasconcellos

Existem pessoas que esperam sempre o(a) final para desfrutar da vida e da alegria que deveria ser curtida em cada momento. O objetivo deste texto é refletir sobre a importância de vivenciar os primeiros momentos, assim como cada etapa da vida e não deixar para desfrutar de nada no(a) final.

Você é do tipo que nada no(a):

  • final do dia;
  • final do expediente.;
  • final de semana;
  • final do mês;
  • final do ano;
  • final da gestação;
  • final da vida;
  • final olímpica.

Ele(a) deixa tudo para o(a) final?

Só no fim do dia, quando já está cansado e não têm mais forças para se exercitar, que ele(a) pensa em nadar, mergulhar na piscina para dar umas braçadas.

Só no fim do expediente, quando já está no final das tarefas do trabalho, se sobrar tempo, é que ele(a) pensa em nadar para repor as forças e relaxar.

Só no fim de semana, quando está de folga, tem tempo livre, há sol, é que ele(a) vai à piscina para tentar nadar.

Só no fim do mês, quando já está sem dinheiro e a exaustão chega, é que ele(a) pensa em se matricular na natação.

Só no fim do ano, quando os planos para o futuro são revistos, é que ele(a) promete iniciar no ano seguinte a natação.

Só no final da gestação, quando está com dificuldade para se locomover, com dores na coluna e pés, é que ela pensa em fazer natação para aliviar as dores e sobrecarga na coluna.

Só no fim da vida, quando já está sem vigor, algumas pessoas querem iniciar a natação, neste caso, por indicação médica.

Só na final olímpica, quando o atleta já está exausto, com dores musculares, nível de estresse alto, é que ele(a) pensa quão sobrecarregado está.

Ele(a) nada no começo

Este nada significa a conjugação do verbo nadar na terceira pessoa do singular. Para se conjugar um verbo é necessária uma ação.

No começo do dia, as pessoas estão mais dispostas. Experimente começar o dia com a natação e irá perceber o quão disposto irá ficar. O que as pessoas fazem primeiro é a prioridade para elas. O que é prioridade para você? O exercício na água irá lhe proporciona mais saúde e qualidade de vida.

No começo do expediente, nadar vai lhe proporcionar bem estar no começo do dia para te preparar para o que vem pela frente. Energia para chegar ao final de cada dia de trabalho. Verifique próximo do seu local de trabalho onde existe alguma piscina que você possa nadar antes de começar o expediente de trabalho.

No começo da semana, muitos acreditam que a segunda-feira é o início da semana. Na verdade, o primeiro dia da semana é o domingo, a segunda, como o próprio nome diz é o segundo dia da semana. Aproveite o domingo, que para muitos é um dia sagrado de descanso, e use a natação para relaxar com braçadas suaves.

No começo do mês, as pessoas já receberam o recurso financeiro do mês inteiro. É o momento de investir na natação. Se deixar para o final do mês pode ser que tenha que gastar o dinheiro com remédios para amenizar a dor e cansaço do mês inteiro. Experimente separar um investimento mensal para natação e irá perceber o quanto consegue economizar em medicamentos.

No começo do ano, no Brasil, é verão, ótimo momento para iniciar a natação e vivenciar o frescor da piscina. Aproveite o clima e a temperatura para nadar.  

No começo da gestação, o corpo da mulher passa por mudanças fisiológicas em muitos órgãos e sistemas para permitir o fornecimento de nutrientes apropriados ao feto, remoção dos metabólicos, além de mudanças estruturais para acomodar e abrigar o feto. Nadar, para a maioria das mulheres grávidas, é o exercício saudável que permite ao corpo adaptar-se às mudanças corporais necessárias.

No começo da vida, a estimulação aquática para bebê proporciona, ao lactante, benefícios físicos, orgânicos, sociais, terapêuticos e recreativos. A atividade orientada na piscina marca a progressão do desenvolvimento do bebê, muitos deles, por exemplo, aprendem a se deslocar no meio líquido, antes mesmo de começar a engatinhar ou andar. Inicie a natação no começo da vida e continue a nadar de forma profilática para evitar que tenha que utilizar a água de forma terapêutica. Não espere para vivenciar somente no final da vida.

No começo do ciclo olímpico, o atleta pode desfrutar das amizades feitas na equipe, os treinos, as viagens para competir e não apenas a expectativa de medalha conquistada em uma final. Aproveitar o processo diário e não o resultado final trará mais benefícios para o atleta. Curta cada momento e, se chegar na final, terá vivido bem as preparatórias e as classificatórias. Ser atleta e esperar da natação apenas a conquista oriunda de uma final é muito pouco. Em uma final só três pessoas conquistam medalha. Se a esperança do atleta está na final, pode ser que ele seja um dos que não subirão ao pódio e fique frustrado. Curta o começo do ciclo olímpico diariamente e não apenas no dia da final. Cada dia de treino pode ser prazeroso, alegre e benéfico.

O texto é sobre a prática de nadar no melhor momento, mas se aplica a outras atividades que as pessoas deixam para o final (só quando se aposentar). Estimule ele(a) a dedicar o melhor do seu tempo, hoje, para obter benefícios que a água pode oferecer por toda vida.  A natação precisa ser, para as pessoas, a consequência final de nadar no melhor momento e não no último momento!

Ficou interessado nesse artigo?

Assine a REF&H por R$ 120,00/ano e tenha acesso a mais de 300 artigos, além de todo o acervo (mais de 2000 artigos) disponível em formato digital em nosso site.

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar