Se a sua academia não usava plataformas digitais antes do Coronavírus, agora ela vai quebrar

"Não é o mais forte, ou o mais rápido, nem o mais inteligente que sobrevive, mas o que mais se adapta às mudanças."

Em período de pandemia, a citação de Charles Darwin está mais em voga do que nunca. Quarentena compulsória em vários países geram caos na vida das pessoas e os números de casos e mortos por doenças agravados pelo Coronavírus crescem todos os dias, gerando uma enorme incerteza na sociedade. E é exatamente nesse cenário, que nós temos que lidar com as demandas para mantermos os nossos negócios vivos e salutares, foco desse artigo. 

E como o título já antecipa, se a sua academia nunca usou nenhum recurso digital para lidar com os consumidores, seja na captação, venda, relacionamento, e agora, manutenção dos treinos à distância, certamente ela terá MUITA dificuldade, e pode até quebrar!

Mas calma! Essa realidade acontece em boa parte da sociedade. A grande maioria dos segmentos de negócios serão afetados pelo ‘lockdown‘, e consequentemente, a sua academia também. Afinal, se afeta todo mundo, com certeza impacta o seu consumidor, logo, ele terá que definir onde alocará os seus recursos, e a sua academia pode ficar fora dessa conta.

Mas, o objetivo desse texto não é só dar um choque de realidade, e sim, oferecer algumas soluções digitais para você melhorar o relacionamento com o seu cliente nesse período, minimizando as perdas, além de outras dicas gerais. 

Vamos lá?

Vídeo / Webinar / Videoconferência

Como as academias estão fechadas, uma ótima forma de manter a prescrição de exercícios para o seu cliente é enviando pequenos vídeos de aulas mostrando como ele deve fazer. Esses vídeos são uma ótima oportunidade de manter o relacionamento com o consumidor.

Uma vez que o seu cliente está confinado, é fundamental passar confiança e segurança para ele. Seja simpático, mostre que você está preocupado com a sua saúde e crie vídeos com uma vibração alta! 

Como estrutura, você precisa apenas de um smartphone para utilizar os aplicativos que eu vou indicar. A grande maioria dos celulares hoje filma em ‘Full HD‘, o que é excelente, e pode até ser espelhado para a ‘Smartv‘ melhorando a experiência do seu cliente.

Abaixo seguem algumas opções digitais que você pode usar:

Youtube

Exemplo do fragmento de uma aula enviada pelo professor Felipe Goulart (autor da REF&H) para os seus alunos.

Claro que a principal opção não poderia deixar de ser o Youtube! Vídeos são arquivos mega pesados e difíceis de transmitir pela Internet. Basta entender que os principais serviços de filmes e séries online estão sendo obrigados a diminuir a qualidade dos vídeos para economizarem a banda da Internet, uma vez que muito mais pessoas estão online confinadas por conta da pandemia.

Dessa forma, usar um site que rode vídeos online evita que você seja obrigado a ter um enorme espaço de memória no seu celular e/ou computador. Além disso, a gravação de um vídeo de 15/30 minutos, consome facilmente 1GB de espaço na memória. Transmitir esse tipo de arquivo pelo WhatsaApp, por exemplo, é impossível, que só permite a transmissão de arquivos (fotos, áudio e outros tipos de arquivos) de no máximo 100MB.

Por isso, o Youtube é uma ótima opção. Você pode gravar o vídeo pelo seu celular, transmitir direto pelo aplicativo do Youtube, ou se preferir editar, pode conectar o smartphone no computador via cabo USB/Mini-USB e depois enviar o vídeo editado pelo computador mesmo.

Feito isso, basta deixar configurado o vídeo como não-listado para que somente quem possuir o link daquele vídeo possa assisti-lo.

Lives

thumb-se-a-sua-academia-nao-usava-plataformas-digitais-antes-do-coronavirus-agora-ela-vai-quebrar-foto-app-streamyard

Outra forma bastante interessante de criar conteúdo de vídeo, mas sem se preocupar em enviar para uma plataforma ou até mesmo editá-los são as ‘lives‘. Você pode transmitir ao vivo uma aula, e pode usar plataformas como o próprio Youtube citado acima, mas como também o Facebook. Ambos permitem gravações sem limite de tempo, sendo que esse conteúdo será transmitido para quem for assinante do canal da sua academia no Youtube, ou fã da sua página no Facebook.

Já o Instagram permite ‘lives‘ de até 1h por vez, e que só ficam disponíveis por 24h no perfil da sua academia. Claro que você pode usar aplicativos como o in Grabber (disponível para Android) no seu celular para fazer o download da ‘live’, e aí então, disponibilizá-lo no Youtube do mesmo jeito que ensinei antes!

Outro site bem bacana para fazer ‘live‘ mais profissionais é o site StreamYard. Ele é bem completo, captura o áudio e vídeo pelo microfone e webcam, além de permitir inserir imagens e compartilhamento de tela, transmitindo direto para um rede social na conta gratuita. É possível fazer ‘lives‘ em Páginas do Facebook, Linkedin, Youtube e Periscope, sendo que uma rede social por vez!

Também existem opções pagas, mas que são mais completas e com vários recursos. O site Zoom é uma delas. Com ele é possível criar ‘webinars‘ com até 100 participantes ao mesmo tempo e sem limite de duração.

O Google Meet faz parte do pacote G Suite e também pode ser uma opção, apesar de não ter o recurso de ‘webinar‘, onde basta enviar o link para os usuários assistem, funcionando apenas como uma videoconferência, mas vale testar.

Gestão de alunos

thumb-se-a-sua-academia-nao-usava-plataformas-digitais-antes-do-coronavirus-agora-ela-vai-quebrar-foto-app-google-classroom

Ok, já indiquei várias opções para enviar conteúdo para os seus alunos acessarem, mas como avisá-los desse conteúdo? Como fazer a gestão sistematizada desse material sem se perder com tanto conteúdo de alunos? 

Uma ótima opção é o Google Classroom. Com ele é possível criar turmas e gerenciar aulas individuais ou coletivas. Nessas aulas você pode literalmente enviar qualquer tipo de conteúdo, textos, planilhas, apresentações e claro, links de vídeos que você pode subir para o Youtube e acompanhar a evolução desse aluno.

Como ele foi criado para dar base na educação escolar, o seu conceito é totalmente similar a uma sala de aula virtual, mas que pode ser facilmente adaptada para as academias.

Agora, há opções que não são criadas para isso, mas que podemos adaptar facilmente para o conceito de turma. As duas opções que eu trago nesse artigo são o Slack e o Microsoft Teams. Ambos voltados para a gestão de equipes de desenvolvimento e criação de projetos, mas que podemos ajustar para as várias turmas que a sua academia tiver.

Como essas plataformas são baseadas em canais, nós podemos criar um canal para Jump, outro para Step, outro para Zumba e etc. Dentro de cada canal, é possível fazer comunicados para essas turmas com links de vídeos no Youtube, subir qualquer tipo de arquivo, etc.

Outros aplicativos gerais

thumb-se-a-sua-academia-nao-usava-plataformas-digitais-antes-do-coronavirus-agora-ela-vai-quebrar-foto-app-calendly

Um recurso bastante importante numa quarentena, é a possibilidade de agendar uma videoconferência para uma reavaliação individual com um aluno, e automatizar esse processo é fundamental. Uma excelente ferramenta para isso é o Calendly. Com ela é possível integrar a sua Google Agenda com as janelas de compromissos que você quer disponibilizar para os seus alunos. 

Por exemplo: imagine que você tem disponibilidade às segundas, quartas e sextas-feiras no horário da manhã das 8 às 12h, e às terças e quintas-feiras no horário da tarde entre 14 e 18h. Com essa ferramenta, é possível criar esses períodos e você divulga um link para os alunos perguntando quando ele quer agendar esse papo com você. A data e horário escolhido pelo aluno entrarão automaticamente como compromisso na sua agenda do Google.

Ouro ponto importante em comunicação das academias é certamente o WhatsApp. Esse aplicativo está completamente disseminado na sociedade, mas o que poucas empresas usam é a versão WhatsApp Business. Com ela, é possível ter várias funcionalidades que não existem na versão comum, como por exemplo as respostas rápidas. A sua academia pode criar várias respostas das mais recorrentes, configurando atalhos, evitando muito trabalho na comunicação.

Claro que há outros recursos muito úteis que só fazem sentido quando a sua academia puder abrir novamente, como por exemplo, ter um perfil diferenciado com endereço com mapa, horário de funcionamento, que pode ter inclusive uma resposta para o horário em que estiver fechada. Ou seja, recomendo que a sua academia aproveite o momento de quarentena para baixar o WhatsApp Bussiness no celular da empresa, configurar todos os recursos para quando as atividades voltarem ao normal, tudo estar funcional.

E, para finalizar, algumas dicas pessoais!

thumb-se-a-sua-academia-nao-usava-plataformas-digitais-antes-do-coronavirus-agora-ela-vai-quebrar-foto-app-google-meet

Na minha empresa nós temos uma cliente que é psicóloga e no final de uma das nossas reuniões semanais sobre projetos dela e eu perguntei se o drama do Coronavírus já chegou nos divãs virtuais de atendimento e ela me disse que sim.

Há muito relato de agravamento nos quadros de ansiedade por conta da falta de perspectiva com o que está acontecendo no momento“.

Ela escreveu um texto no seu blog, e eu trago algumas ótimas dicas que têm tudo a ver com o nosso artigo:

  • Converse com amigos e familiares – Fundamental para dividirmos o peso da incerteza e fazer interação, ainda que remotamente, com quem amamos. Isso certamente nos trará mais equilíbrio para focarmos nos nossos negócios.
  • Reduza o uso de redes sociais – Se antes do Coronavírus já era difícil manter uma certa sanidade mental por conta da polarização política e ideológica em que vivemos atualmente, agora então, está mais exacerbada ainda.
  • Mantenha a rotina do seu sono – Não acorde tarde só porque não pode ir para a academia trabalhar. Mantenha os seus treinos regularmente.
  • Cuidado com o álcool e a comida – Nada de relaxar nesse momento. Vale para o sono e exercícios, claro que vale pra alimentação também.
  • Compartilhe empatia – A situação é negativa por si só. Então, nada de se entregar. Foco na saúde! Logo sairemos dessa!
E por fim, quero deixar uma mensagem citada pelo Professor Felipe Goulart numa das ‘lives‘ da Revista Empresário Fitness & Health sobre o tema:

"Foquem no relacionamento com as pessoas e na sua saúde. Somos profissionais de Educação Física!"

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

REF&H
Enviar