Publicidade

Liderar em tempos de crise

Colunista: Noara Pozzer

Liderar em tempos de crise é desafiador. Motivar e se manter motivado é um exercício diário que muitas vezes se torna fácil perder e errar o alvo. Afinal, além de se motivar e motivar sua equipe, um líder precisa estar atento a muitos outros sinais de a quanto anda o todo relacionado a sua empresa: equipe de trabalho, produtos relacionados, satisfação de clientes, retornos financeiros e parceiros, e as melhorias necessárias para manter tudo em níveis satisfatórios.

Se ter uma liderança já não é fácil, em tempos de crise mais difícil ainda se torna, pois todo um cenário se transforma e o líder se vê na necessidade de ajustar todas as coisas e readaptar toda necessidade à sua volta, seja de condições de trabalho, abordagem ou outros.

Como, então, um líder deve agir para que sua equipe se mantenha e/ou melhore em seu engajamento durante períodos de crise?

Vamos, através desse artigo, conversar a respeito do assunto e trazer possíveis ideias que podem colaborar para que você consiga ter sucesso em liderar em tempos de crise.

Como liderar em tempos de crise?

De tempos em tempos, o mercado financeiro passa por situações que fazem o desempenho oscilar, pois são muitas as coisas que podem influenciar no seu crescimento e estabilidade.

E para liderar em tempos de crise, em um cenário totalmente novo, é preciso ter perspicácia e compreender as novas tendências devido às mudanças que estão ocorrendo.

A visão de um líder precisa estar sempre à frente e no todo, mas sem deixar de ter um olhar sensível à necessidade daqueles que trabalham em conjunto com ele.

Por isso, é importante, para o líder, analisar a sua forma de liderar, e se abrir para novas possibilidades, pois algumas mudanças posturais, entre outras, podem fazer toda a diferença na hora de se ver resultados e objetivos sendo alcançados e por que não, até mesmos superados.

Vamos analisar algumas dessas posturas que podem fazer com que as rotinas de trabalho e engajamento em equipe rendam produtividade.

1. Objetivos bem consolidados

Para se liderar em tempos de crise, é muito importante que o líder leve conhecimento à sua equipe. Mas conhecimento de quê? Sua equipe tem total ciência do que se espera dela? Qual o papel individual e coletivo deles no progresso e sucesso da empresa?

Caso o líder perceba em algum momento que sua equipe ou não tem esse objetivo bem consolidado ou devido às circunstâncias estão se afastando desse objetivo, então pare, reúna todos e tenha uma conversa esclarecedora, de acordo com os pontos abaixo:

  • Organize um modelo estratégico do negócio de sua empresa e divulgue entre eles, analisem se as metas, tanto individuais quanto as coletivas, estão caminhando na mesma direção.
  • Vejam o que é prioridade, foque nas melhores condições de resultados, alivie a mão nas cobranças, sem deixar correr solto.
  • Façam um cronograma de progresso de venda do produto, desde o contato até a entrega.

Sendo assim, conseguirão perceber melhor o que pode estar desandando e criar estratégias que podem melhorar o desempenho na área que está mais prejudicada.

De tempos em tempos reveja o que foi acordado e os objetivos formulados de acordo com as mudanças do mercado, em reuniões periódicas e objetivas. Esse processo os ajudará a ter conhecimento geral da empresa e individual do papel de cada um dentro da empresa.

Dê espaço para que você e sua equipe se conheçam, no coletivo e individualmente em seus processos de trabalho

2. Comunicação clara e objetiva

Para liderar em tempos de crise e motivar a equipe, é importante que o líder não se coloque acima dos seus colaboradores. Cobrar faz parte do processo, mas dar as ferramentas necessárias também faz com que os colaboradores se sintam motivados por não se sentirem sozinhos e só cobrados.

Portanto, estabeleça um processo comunicativo entre você que é líder e sua equipe, que seja claro e acessível. Se você tem ideias de como aumentar a produção geral ou como estimular um vendedor individual, não se cale, compartilhe, não guarde para você.

Manter uma equipe bem informada, deixar a sua porta aberta para ouvir as questões do seu colaborador, tirar dúvidas, ajuda eles a se sentirem parte importante da empresa.

Além disso, quando houver pontos positivos, dê-lhes o crédito pela parte que lhes cabe, reconhecimento é bom tanto para você quanto para o outro, pois dessa forma você os motiva a realizar seu papel de forma ainda mais producente e eficaz.

Não retenha informações! Se não dá tempo para uma reunião de emergência e ainda está longe da programação que reúne a equipe, tenham um canal de comunicação acessível com todos. É justamente quando dividimos notícias, ideias e vitórias tanto quanto as cobranças e as perdas que multiplicamos em eficiência e obtemos sucesso.

3. Soluções práticas para as situações problemas

Outra questão importante para liderar em tempos de crise, aumentando o desempenho da equipe e diminuindo os riscos de ineficiência, é estar preparado para lidar com os níveis de estresse, ansiedade e insegurança que surgem em tempos difíceis como o que estamos vivendo.

Lidar com as questões de saúde mental e emocional da equipe faz parte do cotidiano de um líder e, para isso, é importante que esse líder também esteja equilibrado nessas áreas.

Os momentos difíceis pelo qual todos estão passando, invariavelmente, vão refletir no cotidiano geral das pessoas, afinal, ninguém tem a certeza de nada em tempos de crises, o medo se torna muito presente e a fragilidade emocional ganha mais força.

Para que líder e equipe possam vencer esses momentos juntos, é importante que o ambiente seja propício ao acolhimento e diálogo envolvendo confiança e retorno.

Um ambiente em que uma equipe se sente acolhida os motiva a produzir, visto que se sentem seguros.

Claro que para isso, o líder precisa apoiar, mas também ser apoiado e acolhido pela sua equipe e por isso a comunicação precisa ser bem eficiente, para que tudo possa caminhar em unidade e superação.

Como vimos, a comunicação clara e objetiva, em um ambiente acolhedor e de acordo com os objetivos e perfil da empresa, são a base que faz com que sua capacidade de liderar em tempos difíceis se torne um sucesso.

Então, escolha bem a sua equipe, organize bem seu funcionamento, comunique-se deixando claro o que espera e cobre se necessário, mas também acolha sua equipe para que se sintam seguros e protegidos.

Acredito que, dessa forma, sua equipe estará se sentindo parte importante de um todo, com um retorno de resultados bem-sucedidos, tornando a parceria entre vocês um potencial motivador para toda a empesa!

Ficou interessado nesse artigo?

Assine a REF&H por R$ 120,00/ano e tenha acesso a mais de 300 artigos, além de todo o acervo (mais de 2000 artigos) disponível em formato digital em nosso site.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar