Publicidade

Seus colaboradores compram a sua ideia?

Colunista: Jorge Oliveira

Vamos conversar sobre Liderança e Gestão de Pessoas?

Como todos aqueles que me seguem já sabem, sou um apaixonado por Gestão de Pessoas e quanto mais eu leio e pesquiso, mais acredito que a forma como tratamos as questões que envolvem nossos colaboradores podem, de forma incisiva, mudar o rumo do seu negócio para o bem ou para o mal.

Resolvi trazer, neste artigo, algumas reflexões provocadas após a leitura do livro “Liderança e Propósito: o novo líder e o real significado do sucesso”, de autoria de Fred Kofman.

Dentro da sua empresa, seja ela qual for, o que você, enquanto líder, deseja: ter seguidores ou pessoas focadas em seguir a missão da empresa? Muitos (ou quase todos), responderiam que uma coisa leva à outra. Bem, esta afirmação é correta, uma vez que este líder seja aquele que esteja mais próximo da missão, sendo seu primeiro seguidor; é como em uma corrida onde a impressão que temos é a de que todos estão seguindo o líder, mas na verdade, todos estão correndo até a meta, a linha de chegada.

Qual é o seu propósito?

Então, para que se possa liderar, em primeiro lugar deve-se inspirar as pessoas não a segui-lo, mas a seguir uma missão e esta deve ter um propósito bem definido. Pode acreditar: ninguém quer somente sobreviver, todos queremos, além de viver, contribuir para o desenvolvimento de nossos pares e da própria organização para a qual trabalhamos.

Antes de exigir o engajamento de seus colaboradores, você, gestor/líder, deve responder a alguns questionamentos: “Qual é o propósito do que estou fazendo? O que eu e as pessoas que lidero estamos tentando fazer? Como nosso produto ou serviço está melhorando a vida dos clientes?”

E, para conseguir o comprometimento de seus colaboradores, você precisa olhar genuinamente para o propósito de vida deles, precisa oferecer algo que faça com que tenham a percepção de que vale a pena dispender seu tempo, sua atenção e seu esforço. Lembrando que “o valor está nos olhos de quem vê”! Sendo assim, seus colaboradores precisam enxergar que aquilo que você, líder, oferece, promove o propósito de vida deles. No momento em que você perde isso de vista, a cultura empresarial – e consequentemente seu negócio – ficam seriamente comprometidos.

Qual é o seu papel como líder?

O gestor/líder deve ser como uma bandeira, onde as pessoas não lutam pela bandeira em si, mas pelo que ela simboliza. Os grandes líderes compreendem que precisam conferir valor aos propósitos de seus funcionários; devem também, deixar (sempre) seu ego de lado e permitir que as pessoas que lidera se conectem à missão e aos valores da empresa.

Eu costumo dizer que uma de minhas principais funções enquanto líder é não atrapalhar o trabalho dos meus funcionários; é como diz o ditado: “muito me ajuda quem não me atrapalha.”

Os dois mais importantes dias da sua vida são os dias que você nasce e o dia que você descobre o porquê.

Mark Twain

Essa frase incrível evidencia a importância e o motivo pelo qual tanto se fala em propósito atualmente.

Boa sorte e até breve!

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar