Publicidade

3 sinais que mostram que o seu negócio assessoria esportiva está perto do fim

Colunista: Alexandre Machado

É muito comum no universo assessoria esportiva que o professor se torne o gestor do seu negócio e, com isso, todas as responsabilidades que cabem a um gestor de qualquer negócio. E o excesso de responsabilidades muitas vezes é um grande inimigo do gestor, principalmente quando o negócio não está indo tão bem.

Sei que é duro ouvir isso, sei também que no primeiro momento, sobe aquela raiva só em ouvir alguém falar do seu negócio, mas o que eu quero fazer na verdade é alertar alguns profissionais gestores de ASSESSORIAS ESPORTIVAS que querem muito crescer no mercado, mas que, por algum motivo, não conseguem.

E se um desses três sinais está acontecendo com você, calma! Talvez – e digo TALVEZ – você ainda tenha tempo para reverter o cenário.

Ficou interessado nesse artigo?

Assine a REF&H por R$ 120,00/ano e tenha acesso a mais de 300 artigos, além de todo o acervo (mais de 2000 artigos) disponível em formato digital em nosso site.

1º SINAL: Os gestores e professores não se entendem ou estão com aquela sensação de perdidos no negócio.

2º SINAL: A cada dia o número de alunos ativos diminui e o ciclo de entrada e saída de alunos aumentou muito nos últimos 3 meses.

3º SINAL: A assessoria não tem um produto novo ou um processo operacional novo, ou melhor, ela simplesmente parou no tempo, acomodou-se.

O que fazer para impedir que o seu negócio assessoria esportiva

Abaixo destaco 3 pontos importantes que todo gestor de assessoria esportiva deve fazer:

  1. Ter um planejamento estratégico bem detalhado das suas ações.
  2. Ficar atento ao comportamento do mercado e procurar inovar em processos e ou produtos.
  3. Participar sempre de atualizações e grupos de mentorias.
Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar