Publicidade

Que tipo de vendedor você é?

Para entender que tipo de vendedor você é, é importante que tenha autoconhecimento e saiba exatamente como faz seu processo de vendas, sendo importante ainda que saiba como age em suas vendas.
Procure analisar suas abordagens sempre melhorando aquilo que estiver completamente fora do ideal, entenda seu cliente, e tenha em mente que a empatia deve ser completamente voltada para o cliente.

Conhecendo os tipos de vendedores

É preciso mapear suas características para entender que tipo de vendedor você é e como fazer para melhorar essas técnicas para obter bons resultados e vender ainda mais.

Vendedor "sem pressão"

Esse tipo de vendedor está sempre de bem com a vida, sendo que o mesmo não se preocupa com vendas não fechadas e ainda não são motivos para preocupações, visto que o mesmo não pode fazer muita coisa para prestar atenção e convencer os clientes a comprarem seus produtos/serviços.

Desta maneira, podemos salientar que esse tipo de vendedor geralmente não se importa se receber um “não” e ainda não se preocupa em “botar pressão”, não se importando em tentar convencer os clientes.

Geralmente, esse tipo de vendedor é bem calmo e consegue lidar tranquilamente com pessoas que tendem a ser mais indecisas, no entanto, nem sabe como agir da forma correta, principalmente se esse cliente optou por não comprar. Ademais, ele não é capaz de desenvolver argumentos para persuasão de pessoas que realmente são mais indecisas, desistindo de uma venda muito facilmente.

Como deixar de ser um vendedor sem pressão

Se você é esse tipo de vendedor, entenda que precisa sair de sua zona de conforto e começar a “fazer pressão” de forma educada.

Sabemos que “empurrar” produtos e/ou serviços desnecessários aos clientes de fato não é muito ético, apesar disso, desistir de uma venda muito facilmente por preguiça de tentar convencer a pessoa não é a melhor saída.

Sendo assim, depois de entender mais sobre que tipo de vendedor você é, então a ideia é tentar sempre ser bem educado, principalmente quando for insistir. Faça comparações de como seria a vida do cliente sem o serviço, procure não esquecer quais são as dores e necessidades do cliente e use esses argumentos para fechar a venda.

Vendedor chato

Diferentemente do vendedor “sem pressão”, esse tipo de vendedor não se conforma principalmente em deixar o cliente em paz. Acaba argumentando muito, até convencê-lo da compra, o que, para esse vendedor, é uma questão imprescindível.

Para isso, porém, acaba insistindo muito, pressionando e chegando ao ponto de ser inconveniente na maioria das vezes, a ponto de ligar para o cliente várias vezes para perguntar se já decidiu sobre a compra.

Na realidade, esse vendedor é muito irritante e em boa parte dos casos acaba culpando a tudo e a todos pelo fracasso de suas vendas, porque não admite por completo que o erro está em si.

Ele acaba priorizando o atingimento de metas e não a construção de relacionamento com o cliente e nem se preocupa com o pós-venda para saber se o cliente está satisfeito com o serviço/produto.

Como deixar de ser um vendedor chato

A primeira dica para mudar de atitude nas vendas é: procure gravar sua ligação ou então peça para algum colega filmar sua abordagem e depois analise seu processo.

Entenda que nenhuma pessoa gosta de tanta insistência, é preciso deixar que o cliente tenha liberdade de escolha, a partir dos seus ARGUMENTOS.

Se porventura o cliente acabar optando em não adquirir tal produto e/ou serviço, a dica é respeitar sua decisão, uma vez que é bem provável que a compra não tenha sido feita justamente por você ter sido completamente inconveniente.

Aprenda a “insistir”, mas faça isso de forma moderada, sendo, acima de tudo bem gentil, procurando abordar todas as características do produto que você vende e superando as objeções do cliente para poder fechar a venda com mais facilidade.

Vendedor manipulador

Esse tipo de vendedor acaba sendo expert no que faz, isso acaba gerando ainda mais interesse no produto e então fica mais fácil do cliente comprar mesmo sem precisar!

Esse tipo de vendedor é almejado por muitos, no entanto, é preciso ter cuidado, pois caso o cliente não necessite daquele produto, a reputação do vendedor realmente pode ficar comprometida.

Como deixar de ser um vendedor manipulador

Esse vendedor consegue ter resultados satisfatórios no curto prazo, no entanto, no longo prazo as vendas podem não se renovar. Se você avaliar que um cliente em questão não está em condições de fazer essa compra ou não tem necessidade do produto, o melhor a fazer é não pressionar muito o cliente e deixar claro que o produto pode ser adquirido em outro momento e que você estará disposto a ajudá-lo então.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

Publicidade

REF&H
Enviar