Publicidade

Como sua academia precisa atuar nas redes sociais

Colunista: Cristiano Santos

Depois de um ano de pandemia da COVID19 e participando diariamente de vários grupos de empreendedores, gestores, coordenadores e proprietários de academias, eu cheguei à algumas conclusões:

Reabertura das academias

O foco da maior parte dos membros desses grupos era na reabertura das academias. Natural, com os estabelecimentos fechados é bem mais difícil manter a recorrência dos pagamentos dos alunos. Afinal, eles também são impactados economicamente pela pandemia.

Apego ao seu modelo de negócio

Um ano de COVID19 ainda não foi suficiente para muitos empresários desapegarem de seus formatos de modelo negócios. Muitos ainda na crença de que tudo voltará ao que era antes!

Mesmo com o fim da pandemia, dificilmente teremos o mesmo cenário, e principalmente, o mesmo comportamento do consumidor.

Mirando na política

Claro que a política, economia e outros fatores externos influenciam muito as nossas vidas e negócios, mas ainda há bastante debate político polarizado sobre as decisões dos governos nas instâncias federal, estadual e municipal.

Ao perceber essa postura do setor, a conclusão que eu chego é sempre a mesma:

Nada disso vai pagar os seus boletos no fim do mês!

E não, eu não estou minimizando a situação! A pandemia vale para praticamente todo mundo. Eu sei, para quase todo mundo!

Mas você sabe quem do nosso segmento não se abalou com a pandemia?

Quem estava estruturado e tinha budget de comunicação e relacionamento online. Para esses players, a pandemia vai muito bem, obrigado!!!

Ok, essa última frase foi muito cruel, eu sei. Mas é a mais dura realidade. Ou a sua academia acorda para isso, ou vai ficar nessa situação até fechar!

Mas o que a minha academia precisa fazer?

A primeira coisa que você precisa entender é assumir que você perdeu um ano sem atuar no único lugar onde o seu público estava e deixou ele lá, à deriva, para qualquer outro player pegar o seu dinheiro.

E eu não estou falando só do concorrente do seu bairro não! Eu estou falando de qualquer player. Sim, qualquer mesmo! Academia, personal trainer, profissional de Educação Física etc!

Isso sem falar nos aplicativos de workout online, Youtubers, influenciadores, e claro, os pilantras (sim, eles também)!!! Você deixou o cliente lá sozinho com eles! Agora você vai ter que correr atrás, sem grana, sem foco, sem reputação online onde a sua academia é desconhecida e menor que todos eles.

Sinto muito! Assim como o Oráculo disse para o Neo no filme Matrix: “Eu odeio dar más notícias para pessoas boas.”

Mas nem tudo está perdido

Pode acreditar, a grande vantagem de uma presença digital bem feita é que mesmo nesse cenário negativo, é possível começar do zero e fazer a diferença online.

Mas é preciso planejamento, foco, disciplina e investir tempo e dinheiro nisso.

Eu sei, você vai falar: “Eu não tenho dinheiro para investir nisso Cristiano”. 

Não foi o que eu vi nos grupos: comércio de equipamentos, contratação de plataformas, inscrição em cursos de capacitação, entre outras coisas!

Entenda: focar na presença digital era algo que a sua academia já deveria ter feito ANTES da pandemia! Mesmo nessa época já era obrigação, agora, então, não há alternativa.

Ou você faz, ou quebra!!!

Ok Cristiano, por onde eu começo?

Bom, se você chegou até aqui, então eu acredito que te convenci de alguma forma! Chegou a hora de recompensá-lo com algumas dicas!

Vamos lá:

Comece pelo básico: planejamento!

Sacar o celular e sair publicando nas redes sociais não vai gerar engajamento, tampouco oportunidades de negócio. 

Você precisa entender que sem dinheiro, atuar nas redes sociais é um investimento de médio/longo prazo. Então quanto mais rápido você se conscientizar e correr atrás, melhor.

Com esse entendimento, o próximo passo é fazer uma boa pesquisa. Ferramentas como Análise S.W.O.T. ajudam a ter uma visão mais macro do seu cenário e mercado. 

Pesquise, colha resultados e documente tudo!

Outra ferramenta importantíssima é a Criação de Personas. Quanto mais específico você for, maior será a eficácia das suas ações. Eu gravei um vídeo falando sobre esse tema para o canal do CREF1 RJ/ES.

Defina a voz da sua academia

Sim, cada marca tem uma voz, que é o tom dos conteúdos publicados. Ela pode ser formal, informal, engajada, engraçada, séria, informativa etc. Defina a sua!

O fundamental é que essa voz esteja alinhada com as personas. Por isso é tão importante pesquisar. Inclusive você pode analisar os clientes que a sua academia já possui traçando esse perfil. Dessa forma, você vai entender como tem que falar na redes sociais.

Mais uma vez, documente TUDO! Afinal, quem for atuar nessa demanda deverá seguir essas orientações para saber como se comunicar.

Crie um repositório de ideias

Aplicativos, softwares mais parrudos, caderninhos, aqui vale tudo! O que é mais importante é como isso funciona para quem for gerir e produzir os conteúdos. 

No meu caso, eu utilizo tudo digital mesmo.

Atualmente, eu uso um aplicativo chamado Pocket para colecionar todas as referências. Com ele, é possível salvar links de qualquer fonte online. Instalando a extensão para Chrome, Firefox ou Edge, com um simples clique você abre uma janela de diálogo e salva o link desejado. Ainda dá para usar tags para facilitar a busca interna depois.

Além dele, eu também uso o aplicativo Notion como local de planejamento. Eu crio páginas para as categorias específicas de assuntos que eu quero publicar nas redes sociais. Dentro de cada página de categoria individual eu adiciono as propostas de temas.

Monte um calendário editorial

Agora com tudo em mãos fica mais fácil decidir qual publicação produzir. Comece com o planejamento anual (sim, anual!) cobrindo todas as datas do nosso segmento. Depois venha diminuindo o recorte de planejamento das publicações.

Quando você definir tudo que é importante no conceito mais macro, aí parta para a produção mais próxima. 

Recomendo que inicie a produção pensando num período mais a frente. Tipo uma semana ou uma quinzena. Dessa forma você tem uma frente de produção que permite ter flexibilidade de possíveis problemas e gargalos. 

E sim, problemas acontecem, e isso pode prejudicar a sua periodicidade.

Publique SEMPRE!

Outro ponto importantíssimo é manter a periodicidade de publicações. E sempre que me perguntam qual é a periodicidade ideal, a resposta é sempre a mesma:

A periodicidade que você conseguir cumprir!

O ideal é publicar todos os dias, de manhã, de tarde e de noite. Como o algoritmo das redes sociais entrega conteúdo para no máximo entre 1 a 2% dos seus seguidores, ao preencher a linha do tempo com esse volume, a chance do seu seguidor ver a sua publicação aumenta.

Claro que produzir esse volume é bem intenso, trabalhoso e acima de tudo caro para qualquer marca. Por isso eu recomendo que você comece com um publicação semanal, depois aumente para duas, três vezes na semana, depois uma vez por dia, até chegar nesse patamar.

Diversifique o seu conteúdo

Nem preciso dizer que divulgar horário de aula e preço não é publicação de engajamento, né? Foque na necessidade, desejo, dor, no sentimento do consumidor!

Academia é uma empresa que promove saúde! Foque nisso!

Promova soluções, alternativas, novos formatos para as pessoas praticarem atividade física e produza esse conteúdo. Vale foto, vídeo, montagem, meme, animação, etc.

Sobretudo não seja chato, mas seja informativo. Não seja tecnicista, mas seja técnico. Lembre-se das sábias palavras da escritora e poetisa americana Maya Angelou:

“As pessoas vão esquecer o que você disse, as pessoas vão esquecer o que você fez, mas as pessoas nunca esquecerão como você as fez sentir”.

Relacione-se, não venda!

Sim, a contradição é proposital!

Tentar vender na Internet, sobretudo nas redes sociais, é um erro crasso! É preciso se relacionar com o consumidor. A venda é consequência desse relacionamento, da confiança que a sua marca passa ao longo do tempo para esse consumidor.

Crie publicações que respondam às suas perguntas, mesmo que eles não perguntem. Mas se perguntarem, responda. E se perguntarem novamente, crie publicações com esse tema. 

Em resumo, a sua marca está nas redes sociais para fazer “social”! Relacione-se com o seu público. Assim a venda acontecerá naturalmente!

🙂

Espero ter ajudado e até o próximo artigo!

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar