Publicidade

A manutenção dos contratos de prestação de serviço durante a pandemia

Colunista: Joana Doin

Com o fechamento abrupto dos estabelecimentos comerciais classificados como não essenciais, os empresários fitness brasileiros passaram a enfrentar problemas junto aos seus consumidores, haja vista a impossibilidade de manutenção do contrato como originalmente pactuado e o aumento no número de cancelamentos. Ante ao cenário apresentado, é fundamental que os empresários saibam como conduzir os pedidos de cancelamento, mantendo o bom relacionamento com os seus consumidores. Muitos consumidores, ao solicitarem o cancelamento dos seus contratos, exigem dos prestadores de serviços que este cancelamento seja realizado de forma imediata e sem a aplicação de multas. O que fazer, então? É o que você vai poder conferir nesse artigo da nossa colunista Joana Doin, advogada especialista no mercado fitness.

Conteúdo restrito

Esse conteúdo somente está disponível para assinantes da Revista Empresário Fitness & Health. Caso você queria ser nosso assinante, clique aqui e escolha o seu plano.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar