Publicidade

Fuja do tour para cegos

Colunista: Tufic Derzi

Nos centros esportivos, academias e estúdios, é comum um cliente perguntar o preço. A partir daí, pode-se seguir em três ações diferentes:

TRADICIONAL: A atendente pega um papel, coloca o valor da modalidade, o valor da avaliação funcional e diz “que é necessário trazer um atestado médico”.

TOUR PARA CEGOS: A atendente convida a entrar e conhecer o estabelecimento. Mostra uma sala cheia de pesos e diz: “essa é a sala de musculação” (eu sei, vi as anilhas e os aparelhos de musculação). Mais à frente, mostra a piscina e diz “essa é a nossa piscina” (eu também sei, pois está cheia de água!). Volta à recepção, pega um papel, coloca o valor da modalidade, o valor da avaliação funcional e diz “que é necessário trazer um atestado médico”.

TOUR PARA VENDAS: Esse é o tour que preconizo, utilizando o marketing com foco na venda. Se o cliente foi até lá, ele quer – ou necessita – e a metade da venda já foi feita. Basta você fomentar, afinal, vende-se saúde e não drogas!

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar