Publicidade

Volta, cliente!

Colunista: Leonardo Allevato

Você sabe que tem uma mina de ouro só pelo fato de ter os registros dos clientes antigos! E você, certamente, não explora essa mina em sua totalidade!

O cenário ideal é que sua carteira de clientes, que vem a ser o número total de registros de clientes antigos e atuais – seja exatamente o número de alunos ativos! Isso é, certamente, utópico, mas você deve trabalhar no sentido de aproximar esses números! Não faz sentido ter uma carteira de clientes inativos de mais de 1.000 pessoas, por exemplo, e não realizar nenhuma ação para tentar trazê-las de volta!

Para mudar essa situação, é preciso AGIR! Para isso, deixo algumas dicas para você conseguir trazer de volta muitos desses antigos clientes:

  • Monte uma planilha para registrar as ações que serão realizadas através de uma régua de relacionamento.
  • Estabeleça metas de conversão desses clientes inativos em ativos. Comece com metas baixas para que possam ser facilmente atingidas e motivar sua equipe de vendas.
  • Após ter delineado os processos das ações registradas, execute-as com sua equipe bem treinada para essa tarefa. As ações devem ser conduzidas até que o potencial cliente, definitivamente, diga um “sim” para a compra do seu serviço ou um “não”. Mas, mesmo com o não, é possível que ele entre em outros fluxos de comunicação para, em algum outro momento, poder comprar seus serviços.
  • Você pode organizar uma metodologia de trabalho utilizando mensagens em redes sociais, por e-mail, SMS ou WhatsApp e ligações. De preferência, nessa ordem, para que as ações fiquem menos invasivas (ligações sempre por último, pois são mais invasivas e consomem mais tempo!).

Com esse planejamento mínimo, será possível converter um bom número de antigos clientes em cientes ativos novamente e, assim, aumentar a geração de receita, sem o alto custo de aquisição de novos clientes!

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar