Publicidade

Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamento

Colunista: Marcelo Barros de Vasconcellos

Nada negligente! Participe da Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamento (SELA) 2021!

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o afogamento é a 3ª causa principal de morte por acidentes não intencionais em todo o mundo, sendo responsável por 7% de todas as mortes relacionadas a acidentes. Estima-se que haja 236.000 mortes anuais por afogamento em todo o mundo1.

Dados da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA) mencionam que o afogamento mata 15 brasileiros por dia e é uma das principais causas de morte entre criança e adultos jovens2.

Para combater o número de mortes por afogamento, a SOBRASA está empenhada neste mês de novembro, entre os dias 15 e 21, em realizar, pelo quinto ano, a campanha Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamento (SELA) 2021, organizada por 12 países membros do Comitê Latino-Americano da International Life Saving Federation (ILS). 

Durante a SELA 2021 diversas academias pelo Brasil estarão realizando ações para chamar a atenção da sociedade para a importância de prevenir o afogamento, lembrando sempre que a luta pela redução de afogamento precisa ser diária4. De acordo com a OMS, o afogamento é evitável, mas tem sido negligenciado pelas pessoas que poderiam preveni-lo (WHO, 2017).

Para Richard Ruoti e pesquisadores dos EUA, negligência ocorre quando um profissional comete (ou deixa de cometer) um ato que uma “pessoa sensata” ou outro profissional (não) cometeria. Ela consiste em comportamento abaixo do padrão estabelecido pela lei para proteção de outros contra lesão, ou estabelecido por uma organização profissional como padrão ou dever de assistência5.

Graus de negligência

A gravidade da negligência é identificada em graus: negligência, negligência premeditada (intencional) e negligência desenfreada.

Negligência: ausência daquele grau de cuidado e vigilância que pessoas de extraordinária prudência e previsão costumam ter ou […] deixar de exercer grande cuidado. Um exemplo de negligência é um profissional deixar de inspecionar a escada da piscina para se assegurar de que ela é segura.

Negligência premeditada, desenfreada e imprudente: ato intencional de caráter injustificável em desprezo total da segurança humana. Um exemplo seria deixar de evitar um perigo do qual o profissional tem conhecimento, tal como deixar pessoas entrarem em uma piscina quando a água está tão turva que o fundo não pode ser visto.

Negligência desenfreada: má conduta imprudente, tal como deixar, após conhecimento de perigo iminente, de exercer cuidado ordinário para prevenir o perigo. Além de deixar de descobrir um perigo que poderia facilmente ter sido descoberto pelo exercício de cuidado ordinário e inspeção das instalações aquáticas. Um exemplo é permitir que alunos executem cambalhotas (salto mortal) para entrar na piscina.

Defesas para a negligência

As defesas muitas vezes usadas em respostas a uma queixa de negligência são negligências contributivas e assunção de risco. Negligência contributiva significa que a pessoa lesada é de alguma maneira responsável pelas suas lesões, ela criou ou contribuiu para o evento que causou a lesão.

Um adulto que deixa de se aquecer adequadamente antes da atividade é um exemplo. O aluno que não revela ao professor fatos médicos importantes é contributivamente negligente, assim como uma pessoa que entra na piscina de maneira contrária à instrução. Uma recusa a aprender técnicas básicas de sobrevivência aquática poderia ser considerada negligência contributiva.

Falta de supervisão

A falta de supervisão é muitas vezes apontada como a principal forma de negligência em acidentes aquáticos. A presença de guarda vidas é elemento importante no ambiente aquático. A atenção do guarda vidas aos participantes e a sua velocidade para determinar se uma vítima precisa de assistência estão dentro da área de supervisão5.

Para Vasconcellos (2021), a prevenção começa fora d’água e continua dentro d’água6. Havendo prevenção, sua academia nunca será negligente. Ela será nada negligente.  

Durante a SELA 2021, as academias de natação irão realizar atividades para prevenir afogamentos. Leia o depoimento de profissionais de escolas de natação que participaram da SELA 2020 e ajudaram a conscientizar as pessoas para reduzir as mortes por afogamento e não fique boiando quando o assunto é negligência na área aquática.  

Ficou interessado nesse artigo?

Aproveite a promoção somente neste mês de novembro/2021 e faça sua assinatura VITALÍCIA da REF&H com um único investimento de R$ 120,00 e tenha acesso a mais de 300 artigos, além de todo o acervo (mais de 2000 artigos) disponível em formato digital em nosso site.

Relato de Lorena Albuquerque, professora da escola Geração do Futuro, localizada em Recife, Brasil:

Lorena trabalha do berçário até o fundamental e lá as crianças aprendem a se comportar, respeitar as regras do ambiente aquático. Apesar de trabalhar na piscina a professora faz um link de ensinamentos sobre a praia porque ela está em uma região litoral, local onde os jovens frequentam nos finais de semana e por isso é super importante abordar este tema.

“A SELA é um momento para mostrar para os pais o quanto é importante a educação aquática ao aprender tanto as habilidades aquáticas, competências e o cuidado que se deve ter tanto no entorno da piscina quanto dentro da água.” 

Relato da Hortensia Espítatela, da Fundacion Mariana Novoa, localizada em Bogotá, Colômbia:

¡En Colombia cada 48 horas muere un niño menor de 14 años por ahogamiento!

El ahogamiento es un evento rápido y silencioso, los niños menores de 4 años no producen ningún ruido al caer y se ahogan en silencio.

A raíz de la muerte de Mariana Novoa en la piscina de su jardín infantil el primer día clase, su madre, Hortensia Espítatela creó la Fundación en su honor, con el fin de trabajar en la prevención de accidentes infantiles y evitar que cientos de niños mueran en Colombia por la misma causa; nuestro gran trabajo es generar conciencia a través de nuestros 5 TIPS RESPONSABLES, 1. Aprende a nadar, 2. No pierdas de vista a tus hijos, 3.  Evita distracciones, 4. Disfruta de una piscina o cuerpo de agua de manera segura, 5. Capacítate en RCP.

Durante 14 años la cultura de la prevención y la preparación ha sido nuestro aporte a la sociedad, pues hemos capacitado a 6.192 personas en Primeros Auxilios y RCP al 30 septiembre 2021 desde los inicios de nuestra organización y vamos por más. ¡Capacitarse en RCP, salva vidas! (@fmariananovoa)

___________________________

Na Colômbia, a cada 48 horas, uma criança com menos de 14 anos morre por afogamento!

O afogamento é um evento rápido e silencioso, crianças menores de 4 anos não fazem barulho ao cair e se afogam em silêncio.

Após a morte de Mariana Novoa na piscina de seu jardim de infância no primeiro dia de aula, sua mãe, Hortensia Espítatela, criou a Fundação em sua homenagem, com o objetivo de trabalhar na prevenção de acidentes infantis e prevenir a morte de centenas de crianças pelo mesmo motivo. Nosso grande trabalho é aumentar a conscientização por meio de nossas 5 DICAS RESPONSÁVEIS, 1. Aprenda a nadar, 2. Não perca seus filhos de vista, 3. Evite distrações, 4. Desfrute de uma piscina ou ambiente aquático com segurança, 5 Se capacite em RCP.

Há 14 anos, a cultura de prevenção e a preparação tem sido nossa contribuição para a sociedade, já que capacitamos 6.192 pessoas em Primeiros Socorros e RCP desde o início de nossa organização até 30 de setembro de 2021 e vamos continuar. O treinamento em RCP salva vidas!

Se você é aluno(a) de atividades aquáticas, converse com seu professor(a), mantenha seu atestado médico em dia e não omita nenhum problema de saúde. Forneça todas as informações e atualize o seu professor sobre o seu estado de saúde atual, para que sua aula possa transcorrer com segurança.

Se você é professor(a) de atividades aquáticas, coloque no seu planejamento anual aulas de prevenção de acidentes no meio líquido. Veja no site da SOBRASA2 exemplos de atividades de prevenção para várias faixas etárias. Seja nada negligente!

Se você é o gestor(a) da academia, verifique se o seu estabelecimento possui segurança para seus alunos. Faça uma inspeção para ver se os ralos, escadas, parte elétrica, grades de proteção, área de acesso a piscina estão adequados. Em alguns Estados, é obrigatório a permanência de guarda vidas de piscina em academias. Veja se no seu Estado isso se aplica. Conheça as metodologias natação + segura7 e hidroginástica + segura8.

Referências

  1. https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/drowning.
  2. https://www.sobrasa.org/ano-2021-semana-latino-americana-de-prevencao-em-afogamentos-15-a-21-de-novembro/.
  3. Preventing drowning: an implementation guide. Geneva: World Health Organization; 2017.
  4. Vasconcellos, Marcelo Barros. Qual o dia de prevenir afogamentos? Revista Empresário Fitness & Health. Edição 95. novembro de 2020.
  5. Ruoti RG, Morris DM, Cole AJ. Reabilitação aquática. São Paulo: Manole, 2000.
  6. Vasconcellos, Marcelo Barros. 4 Passos para o primeiro dia na natação. Revista Empresário Fitness & Health. Edição 103. julho de 2021.
  7. Vasconcellos, Marcelo Barros. Natação + Segura. Revista Empresário Fitness & Health. Edição 87. https://revistaempresariofitness.com.br/atividades-aquaticas/natacao-segura/.
  8. Vasconcellos, Marcelo Barros. Avaliação diagnóstica na hidroginástica. Revista Empresário Fitness & Health. Edição 106. Outubro de 2021. https://revistaempresariofitness.com.br/atividades-aquaticas/avaliacao-diagnostica-na-hidroginastica/.
Print Friendly, PDF & Email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

REF&H
Enviar